Resistência marca primeiro dia de greve na Rural

Uma Virada Cultural, com atividades nos três turnos, marcou o primeiro dia das 48 Horas de Greve Nacional da Educação na UFRPE, em Dois Irmãos, e na Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG). O movimento é organizado por docentes, estudantes, técnicos administrativos e representantes dos movimentos sociais.

Na praça em frente ao Cegoe foi montada uma grande tenda de circo, onde aconteceram palestras e rodas de diálogo sobre  atualidades em educação, ciência e meio ambiente, além de oficinas de origami, teatro, fotografia, lambes, crochê, aula de tai chi chuan e apresentações musicais.

 A Greve, convocada nacionalmente por entidades como Andes, UNE, Fasubra e Sinasefe acontece em mais de 150 cidades, de 26 Estados do país. O movimento continua nesta quinta (3) em várias universidades e Institutos Federais do país.

A Greve é em protesto contra os sucessivos e ampliados cortes na educação, ciência e tecnologia públicas, pela imediata recomposição do orçamento das instituições de ensino e ainda expressa o NÃO da comunidade acadêmica ao  programa de privatização das universidades, o ‘Future-se’.

Mais informações e toda programação no link

https://grevenacionaledu.blogspot.com/


Posted On 03 out 2019

Programação da Virada Cultural – Greve de 48h, Acesse o link e veja à programação Completa

Respeitável Público,

A Virada Cultural é amanhã, na grande tenda montada no estacionamento próximo ao Cegoe. 48 h de Greve Nacional contra os cortes na Educação, Ciência e Tecnologia e em Defesa da Autonomia Universitária, dois dias de muito movimento, luta e energia. Teremos atividades científicas, artísticas e culturais das 9 às 22h.

Sua participação é muito importante!!!

Acesse o link e veja à programação abaixo:

https://grevenacionaledu.blogspot.com/2019/09/programacao.html

Obs: continuamos recebendo doação para o Centro de Formação Paulo Freire.

Posted On 01 out 2019

Assembleia ADUFERPE e DCE aprova Regimento Eleitoral para Reitoria

Em Assembleia Conjunta da Aduferpe e do DCE, realizada no último dia 26,  no Sindicato, docentes de Recife, da Unidade Acadêmica de Serra Talhada e estudantes aprovaram, por unanimidade, o Regimento da Eleição para Reitor/a e Vice-reitor/a da UFRPE,  referente ao quadriênio 2020/24.

Ao longo da leitura do documento, os presentes puderam fazer destaques no texto, sugerindo  supressão ou alteração da redação. Após discussão, o texto foi votado pela Assembleia, respeitando o caráter democrático que deve caracterizar a vida na Universidade.

O Regimento da Eleição para Reitoria da UFRPE já circula nas redes sociais, assim como o Edital da Eleição.

Na Assembleia foram lembradas as ações de organização e mobilização para a Virada Cultural, que marcará a Greve Nacional da Educação, nos dias 2 e 3 de outubro.

Posted On 01 out 2019

Comunidade acadêmica se posiciona em defesa da autonomia da UFRPE

Seminário realizado pela ADUFERPE discutiu estratégias para o futuro da Universidade e aprovou documento que será entregue aos candidatos à reitoria A ADUFERPE realizou nesta quarta-feira, dia 25, o Seminário Universidade Pública e Democracia: O futuro que queremos. Foi um momento bastante produtivo, de trocas de conhecimentos, com a presença de representantes e professores da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e do ANDES.

No primeiro momento, houve palestras sobre os desafios da universidade pública frente à conjuntura atual com as medidas do governo Bolsonaro, reafirmando seus princípios e autonomia universitária.Os trabalhos foram abertos pela banda Mistura Visual, composta por integrantes do Instituto dos Cegos. Em seguida, foi realizada a mesa principal da manhã, com a presença do presidente do ANDES, Antônio Gonçalves; da professora titular da UFBA, Celi Taffarel; e da professora

eleita para a reitoria da UFRB e não empossada, Georgina Gonçalves. Os trabalhos foram comandados pela presidenta da Aduferpe, a professora Erika Suruagy. “Nós tivemos uma enxurrada de proposições, na defesa de princípios; na defesa da universidade pública, laica, gratuita e de qualidade; a defesa do princípio da indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão dentro da universidade; do financiamento público, garantido pela União, para que as universidades possam funcionar”, explicou a presidenta.

Seguindo a programação do Seminário Universidade Pública e Democracia: O futuro que queremos, no período da tarde, os trabalhos foram retomados com apresentação da poesia “os processos de luta e resistência”. Em seguida, houve discussões setorizadas em GTs. Foi um momento bastante produtivo, de trocas de conhecimentos, inclusive com a participação de alunos da UFRPE. O Grupo de Trabalho sobre Gestão teve como mediadora a professora Celi Taffarel (UFBA) analisando formas de preservar as carreiras dos docentes, hoje ameaçadas pelo programa Future-se. O GT Ensino teve como mediador o professor José Batista (UFPE), conversando sobre as problemáticas do ensino na atual conjuntura, em busca de soluções para preservar e defender o ensino de qualidade.

Já o GT Pesquisa foi mediado por Everaldo Andrade (USP) e dialogou sobre o papel das produções cientificas à serviço da sociedade. O GT de Extensão contou com a presença da professora Lúcia Marisy (Pró-reitoria de Extensão da UNIVASF), que elaborou com a turma soluções para garantir o tripé indissociável com o ensino e a pesquisa, a fim de criar uma política de extensão específica. Após o momento de reflexão entre os grupos, foram apresentados os pontos fundamentais do ensino, pesquisa, extensão e gestão da universidade, pensando nessa articulação de indissociabilidade.

Assim, foi defendido os princípios democráticos e as ideias reguladoras da universidade, que são a liberdade de pensamento e expressão; a criação e reflexão crítica; a autonomia do saber; a democracia e democratização do saber; e a legitimidade interna e externa. Através das contribuições de cada grupo, foi feita a sistematização das propostas extraídas do encontro, para solucionar as problemáticas presentes no meio acadêmico e assim a ADUFERPE construir a carta final de princípios do Seminário. Ao final, teve música, com a banda de forró Vôte e coffee break.

É fundamental nesse momento de crise reunirmos toda a comunidade acadêmica para lutar pela proteção de nossos direitos e por uma universidade que seja pública, laica e autônoma.

 

 

 

 

 

 

Posted On 27 set 2019

376ª Assembleia da Aduferpe na UAG e UAST

A 376ª Assembleia Geral Extraordinária da Aduferpe, realizada na UAG, em Garanhuns, e na UAST, em Serra Talhada, resultou nos seguintes encaminhamentos.

Na UAG, não houve indicação ou escolha de representante para a Comissão Coordenadora da Consulta, para dirigentes da UFRPE. Serão convocados os membros do Conselho de Representantes. Já na UAST, a responsável será a professora Nicole Pontes.

Com relação ao indicativo de 48 Horas de Greve Nacional da Educação, marcada para os dias 2 e 3 de outubro, os representantes da UAG decidiram aderir à paralisação. Serão realizadas rodas de diálogo sobre o tema Universidade Pública e Democracia, no auditório do prédio II, no dia 2 de outubro, das 14h30 às 17h. Já no dia 3 de outubro, a atividade será retomada das 9h às 12h.

Na UAST, os docentes decidiram pela não adesão às 48 Horas de Greve Nacional. Mesmo assim, será realizada uma aula pública, para discussão da atual conjuntura.

E nesta sexta-feira (27), às 14h, haverá assembleia conjunta (Aduferpe e DCE-UFRPE), para aprovação do regimento da eleição da reitoria, na sede da Aduferpe.

Posted On 26 set 2019

48h de Greve Nacional da Educação

Senhoras e senhores, respeitável público, os/as docentes na Assembleia da ADUFERPE, em Recife, aprovaram a adesão da UFRPE às 48 HORAS de GREVE  NACIONAL DA EDUCAÇÃO em defesa da ciência e tecnologia e da educação pública, gratuita, inclusiva e de qualidade no Brasil!

Nos dias 2 e 3 de outubro de 2019, vamos fazer uma paralisação diferente. Um lindo espetáculo plural, musical, artístico, científico e solidário: ajude propondo uma atividade.

Convidamos todas, todos e todes a participarem da VIRADA CULTURAL da educação na UFRPE! Uma lona de circo será montada durante manhã, tarde e noite nesses dois dias.

No link a seguir você pode propor horário e dia de sua atividade em nossa programação colaborativa. Na sexta-feira, dia 27 de setembro, à tarde, após Assembleia Conjunta da ADUFERPE e DCE-UFRPE, faremos uma reunião com todos os interessados (DA’s, Movimentos Sociais, Grupo e Núcleos de Pesquisas…) para fecharmos a programação!

Faça sua parte, OCUPE a UFRPE! E teremos uma Virada Cultural que ficará na História!

No link abaixo faça sua proposta. Você também pode acessá-lo no nosso site no perfil.

http://abre.ai/greve nacional e futuros

Posted On 24 set 2019

Normandia precisa da nossa ajuda

As trabalhadoras, os trabalhadores rurais que resistem no Assentamento Normandia, em Caruaru, contra a absurda ordem de despejo do Centro de Formação Paulo Freire precisam da nossa ajuda. Você pode contribuir fazendo uma doação. A Aduferpe, na UFRPE, é um dos pontos de arrecadação. Vamos demonstrar todo nosso apoio e solidariedade nessa luta!

Posted On 24 set 2019

Docentes ainda dá tempo de se inscrever para o SEMINÁRIO UNIVERSIDADE PÚBLICA E DEMOCRACIA.

Vamos, juntas e juntos, debater e construir as bases da Universidade Pública e da nossa UFRPE. Vamos unir experiências e conhecimentos pelo FUTURO QUE QUEREMOS.

✅ Inscrição Gratuita OnLine:

https://docs.google.com/forms/d/19YXEjiDgRCISQ7zKfLfDYdGzXognuvu850OZfrETGGw/

Posted On 23 set 2019