Democracia e utopias possíveis na atual conjuntura

As características da democracia liberal no Brasil e no mundo, o esgotamento desse modelo e as utopias possíveis a partir de projetos coletivos foram algumas das discussões pautadas no 12º Encontro do curso O Golpe de 2016 e o Futuro da Democracia no Brasil, realizado no auditório da Aduferpe. A aula, sobre a temática O Futuro da Democracia no Brasil em Busca de Utopias Possíveis, foi ministrada pela professora da UFRPE, Lúcia Falcão, que trouxe como convidados o professor Artur Perrusi, da UFPE, e o doutorando Aloízio Barbosa, também da UFPE.

Para a professora Lúcia Falcão, é fundamental ocupar espaços para se estabelecer projetos e programas que dialoguem sobre o tipo de democracia que desejamos. ‘Ocupar e resistir. Fica o nosso recado’, destacou. O professor Artur Perrusi alertou que ‘existe um padrão de conservadorismo no Brasil e no mundo ocidental, relacionado com a democracia e o liberalismo e com aversão às questões que tratam dos direitos humanos’.

Segundo ele, a atual conjuntura gera possibilidades para se pensar na ascensão do autoritarismo no Brasil. ‘O programa de Bolsonaro mistura neoliberalismo com política ultraconservadora de valores. Isso é preocupante e tem que ser bem analisado pela esquerda brasileira. Muitos jovens estão apoiando causas autoritárias’, observou.

Perrusi ressaltou que mais do que nunca, nas democracias ocidentais, as políticas neoliberais impõem um estado mínimo em relação à economia e um estado máximo no controle social. ‘São contra qualquer forma de democratização no campo econômico e têm um ponto de vista de mercado intrinsecamente autoritário’, frisou.

Na sua palestra, Aloízio Barbosa criticou o papel das instituições jurídicas em fazer política ‘de peito aberto’. ‘Há uma geração de juízes e promotores fazendo política conservadora, inclusive usando as redes sociais para isso’, afirmou Aloísio, citando como exemplos os casos do procurador

Dallangnol e do juiz Marcelo Bretas, na Operação Lava Jato.

A última aula aberta do curso O Golpe de 2016 e o Futuro da Democracia no Brasil, que acontecerá na Aduferpe no próximo dia 16, às 14h, terá como  tema A Destruição da Soberania Nacional, o Judiciário e o Golpe de 2016, com palestra do jurista e ex-ministro da Justiça, professor Eugênio Aragão.

 

Aduferpe
Sobre o autor
Criador de conteúdo, responsável por divulgar notícias e informações de utilidade pública ao servidores da instituição de ensino UFRPE.

Deixe seu recado