Docentes da Uern em greve cobram ações da reitoria

imp-ult-227399388Docentes e servidores técnicos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) estiveram reunidos na última quarta-feira (19) com o reitor da instituição, Pedro Fernandes, cobrando saídas para a greve das categorias, que já chega há 87 dias. Os grevistas buscaram saber quais as ações estavam sendo tomadas pela administração para encerrar a paralisação.

Na oportunidade, os professores solicitaram que o reitor informasse como anda o contato com o Ministério Público (MP), que havia se comprometido em mediar a situação com as categorias e encontrar uma maneira de encerrar a greve, respondendo às reivindicações das categorias.

Fernandes explicou que a Promotoria da Educação de Mossoró já havia sido procurada, mas apenas nesta última semana a reitoria enviou os documentos necessários para que o Ministério Público possa atuar neste impasse.

As categorias em greve solicitaram uma reunião com o Governo do Estado e a reitoria, para discutir as medidas que o executivo estadual está tomando para encerrar a greve, bem como avaliar a proposta de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que foi apresentada pelo Ministério Público nas últimas semanas.

Fonte: Aduern-SSind

Sobre o autor

Deixe seu recado