Docentes da UFRPE se engajam no movimento de resistência pelo Centro de Formação Paulo Freire, em Normandia, Caruaru.

Neste final de semana, uma delegação visitou o CFPF, a agroindústria do MST, conversou com os acampados, lideranças do movimento, levou água, alimentos e solidariedade.

Ainda participou do ato político, quando a presidenta da Aduferpe, Erika Suruagy, falou da importância do Centro e do MST para as trabalhadoras e os trabalhadores do campo e da cidade.

Aduferpe
Sobre o autor
Criador de conteúdo, responsável por divulgar notícias e informações de utilidade pública ao servidores da instituição de ensino UFRPE.

Deixe seu recado