NÃO VÃO DESTRUIR A POLÍTICA DE COTAS

NÃO VÃO DESTRUIR A POLÍTICA DE COTAS

A Aduferpe reafirma seu compromisso com a democratização da educação superior pública, laica e gratuita.

Portanto, se posiciona totalmente CONTRA o último ato do ministro Weintraub em sua saída do MEC, revogando a portaria que garante cotas para estudantes negros, indígenas, quilombolas, pessoas trans e pessoas com deficiência em todos os cursos de pós-graduação das universidades públicas.

Em sintonia todos com os setores avançados da produção de conhecimento no Brasil e em defesa da autonomia universitária, a Aduferpe exige a manutenção das cotas, como ação afirmativa nos cursos de pós-graduação. Dessa forma, ressaltamos a importância da decisão da UFRPE, de manutenção das cotas, exercitando sua autonomia universitária prevista no Art. 207 da Constituição Federal.

Só assim será possível implementar uma mudança de paradigmas em nossa sociedade, fazendo justiça aos segmentos da sociedade sub-representados nas universidades federais.

Nosso propósito é construir uma sociedade mais igualitária, justa e democrática. Nesse sentido, não aceitamos retrocessos – sobretudo, por parte de um governo que vem atuando com clara orientação fascista.

Aduferpe
Sobre o autor
Criador de conteúdo, responsável por divulgar notícias e informações de utilidade pública ao servidores da instituição de ensino UFRPE.

Deixe seu recado