Pelo respeito a ancestralidade

A universidade deve ser um porto seguro para todas as origens étnicas, que nos trazem a história e os costumes do seu povo. Acompanhamos todos os dias a trajetória de pessoas com ancestrais indígenas, asiáticos, africanos e europeus. Como todos nós, estão aqui para estudar e produzir conhecimento. Não apoiamos a xenofobia e nenhum tipo de pré-julgamento baseado na origem dos nossos universitários. São todos bem-vindos e terão sempre suas culturas respeitadas. Somos contra todos os tipos de opressões no meio acadêmico.

Aduferpe
Sobre o autor
Criador de conteúdo, responsável por divulgar notícias e informações de utilidade pública ao servidores da instituição de ensino UFRPE.

Deixe seu recado