Vitória da Aduferpe contra a MP do Bolsonaro

A 9° Vara da Justiça Federal acaba de conceder à Aduferpe, nesta quinta-feira (14), decisão para a manutenção do desconto em folha de pagamento das mensalidades sindicais de seus filiados, por meio de Tutela de Urgência. A medida judicial aponta “a ilegalidade do procedimento instituída pela Medida Provisória 873/2019”, que representa um dos mais terríveis ataques do governo Bolsonaro à organização e luta da classe trabalhadora, causando prejuízo  direto na sua fonte de financiamento.

A MP, instituída na sexta-feira de Carnaval,  determina que as contribuições sindicais sejam obrigatoriamente realizadas por boleto bancário, numa clara ação de desmonte do mais importante instrumento de luta dos trabalhadores.

‘Esse é o começo de muitas outras investidas do desgoverno Bolsonaro contra os trabalhadores, justo no momento em que ele envia ao Congresso a proposta de fim da previdência pública e solidária, destruidora do direito à aposentadoria’, afirma Erika Suruagy, presidenta da Aduferpe. Ela acrescenta que vários outros sindicatos estão obtendo decisão favorável do judiciário contra a MP 873/19.

Leia mais logo abaixo:

Deferimento tutela

Aduferpe
Sobre o autor
Criador de conteúdo, responsável por divulgar notícias e informações de utilidade pública ao servidores da instituição de ensino UFRPE.

Deixe seu recado