A Aduferpe solicita ampliação do prazo de consulta à comunidade sobre o plano de funcionamento da UFRPE

Em 26 de junho passado, a gestão superior da UFRPE apresentou a _Proposta Preliminar do Plano de Funcionamento da UFRPE_ para Consulta Pública, estabelecendo o prazo até 5 de julho para recebimento de sugestões e propostas. O Plano, abordando diferentes aspectos da vida acadêmica, foi elaborado durante semanas por grupos de trabalhos temáticos, alegando-se incorporar, de diferentes maneiras, as contribuições da comunidade.  Agora, são dados à comunidade exíguos nove dias corridos, ou seja, cinco dias úteis, para que se aproprie das propostas, avalie seus impactos e apresente suas concordâncias, discordâncias e sugestões.

A Aduferpe esclarece que não integrou qualquer grupo de trabalho e, como entidade representativa dos(as) docentes da UFRPE, não foi chamada a opinar. Como representação sindical, nos propomos a aprofundar a discussão junto à categoria por meio de instrumentos como o questionário enviado aos/às docentes e a realização de plenária, convocada para o dia 7 de julho corrente, além da participação contínua em debates nacionais e escuta de vários depoimentos de professores e professoras.

Entendemos que a proposta apresentada é complexa e envolve questões ainda não bem definidas, especialmente no que se refere ao trabalho docente e às condições de inclusão dos discentes. O país e a universidade pública atravessam o momento mais difícil dos últimos anos, resultado da crise econômica, sanitária, social e política, e as decisões a serem tomadas pela UFRPE, em que pese seu caráter excepcional, deverão impactar a vida de milhares de pessoas.

Reconhecemos o esforço e a responsabilidade dos(as) envolvidos(as) para apresentar respostas aos problemas que ora se colocam, entretanto, para a ampliação da escuta e aprofundamento da discussão da proposta, consideramos necessária a DILATAÇÃO DO PRAZO DA CONSULTA. Assim, se estará aumentando a possibilidade de incorporação de novas perspectivas ao documento final a ser enviado aos Conselhos Superiores. Ademais, a presente semana está sendo preenchida com uma justa apresentação do plano e atividades de formação.

A Aduferpe zela pela livre discussão democrática e sempre mostrou seu compromisso com a qualidade do ensino e dos serviços ofertados pela UFRPE à sociedade. Para continuarmos garantindo a defesa da universidade pública, gratuita, inclusiva, democrática, laica, socialmente referenciada e baseada no exercício da autonomia administrativa e pedagógica, não podemos sucumbir às “pressões” e correr o risco, com a melhor das intenções, de contribuir para o aumento das desigualdades digitais, educacionais e sociais em nosso país.