Diga NÃO ao congelamento de salário

A Aduferpe ALERTA os/as docentes da UFRPE para a votação no Senado, neste sábado (dia 2), do PLP 149, que

congela os salários, promoções e concursos de servidores federais, estaduais e municipais.

O PLP 149, originalmente, trata de ajuda aos estados e municípios no período da pandemia, numa articulação nefasta com Guedes. Eles aceleram a votação online, sem qualquer debate prévio, logo após o Dia dos Trabalhadores.

Mas, o Artigo 8o do projeto diz que “a União, os Estados, o DF e os Municípios […] ficam proibidos, até 31/12/2021, de conceder, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a servidores públicos; […] criar cargo, emprego ou função que implique aumento de despesa; […] admitir ou contratar pessoal […], realizar concurso público, […], criar ou majorar auxílios, vantagens, bônus, abonos, verbas de representação ou benefícios de qualquer natureza, inclusive os de cunho indenizatório, […] contar esse tempo como de período para a concessão de anuênios, triênios, quinquênios, licenças-prêmio, promoções, progressões, incorporações, permanência[…]”

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, assumiu a relatoria do PLP, e pretende aprová-lo no rolo compressor já neste sábado (2) ou no início da semana que vem. Temos pouco tempo e estamos forçados à reclusão domiciliar. Mas é possível sim organizar a luta e barrar mais este ataque ao funcionalismo e aos serviços públicos.

A Aduferpe convoca a categoria docente a impulsionar a campanha de envio de e-mails aos senadores e deputados federais exigindo a retirada do artigo 8o do PLP 149.

 ➡️ acesse http://abre.ai/aduferpe04