Projeto de congelamento de salario da educação é derrubado no Senado

Aduferpe destaca e enaltece a participação dos professores e das professoras nas redes sociais, nesta quarta (6), para exigir dos/das senadores/as o NÃO congelamento do salário do funcionalismo público até dezembro de 2021, como estava previsto no artigo nº 8 do PLP 39/2020, aprovado pelo Senado nesta quarta (7).

A pressão exercida junto aos parlamentares pelos profissionais da Educação, orientados pelas entidades de classe, como a Aduferpe, comprovou sua eficácia como atitude de luta que levou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre a recuar, aceitando a retirada dos profissionais da educação do PLP 39/2020.

Ficam suspensos, até o término da vigência do estado de calamidade pública (dezembro deste ano), os prazos de validade dos concursos públicos já homologados até 20 de março de 2020.

A luta da Aduferpe continuará na defesa de que nenhum servidor(a) público(a) tenha prejuízo em seu salário e carreira, como também seguirá combatendo contra o sucateamento dos serviços  públicos, exigindo entre outras pautas, a realização de concursos públicos e melhores condições de trabalho.

A Aduferpe segue defendendo que só a união da categoria fortalece a luta por seus direitos. Seguimos vigilantes frente à possibilidade de veto presidencial aos avanços alcançados com as alterações a nosso favor no art. 8, veto que poderá ser derrubado pelo parlamento.

Valeu à luta! Sigamos na luta!