Volta às aulas na pandemia é crime

Volta às aulas na pandemia é crime

A Aduferpe assinou a nota “Volta às escolas na pandemia é crime!”, elaborada pelo Comitê Pernambucano de Educação no Campo, juntamente com mais 47 organizações que entendem que o retorno às aulas presenciais só será possível quando tiver uma vacina e o controle efetivo da pandemia.

As entidades pedem que as escolas não reabram e condenam a pressão do setor privado no Estado. Durante coletiva à imprensa, na última sexta (21), centrais, sindicatos e entidades estudantis decretaram que “o lucro não está acima da saúde dos estudantes e professores. Salvar vidas é a prioridade”.

Em reforço a essa luta, nesta segunda (24), a presidenta da Aduferpe, Erika Suruagy, participou da Audiência Pública do Nordeste sobre a questão, organizada pelo Movimento do Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e que contou com a presença da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, parlamentares, secretários de Educação de estados e municípios, além da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e de representantes dos movimentos sociais.