Campanha contra os cortes nos salários dos(as) trabalhadores(as)

Todos sabem que vivemos uma crise gravíssima na Saúde. A pandemia causada pela COVID-19 pode ter consequências catastróficas no Brasil, país que tem uma das maiores desigualdades do mundo.

Para se ter ideia do quanto essa desigualdade é perversa, basta esse número: 201 brasileiros bilionários somam riqueza superior a R$ 1 trilhão. Por outro lado, temos mais de 12 milhões de desempregados, quase 40 milhões de informais e outros milhões de desalentados.

Além disso, o governo federal acabou com o programa Mais Médicos, cortou 20 bilhões do orçamento do SUS (desviados para a especulação financeira) e vem sufocando financeiramente as universidades e os programas voltados à ciência e tecnologia.

Portanto, estamos mais vulneráveis do que nunca para enfrentar essa pandemia. Mas em vez desafogar os trabalhadores e taxar as grandes fortunas, o  governo resolve reduzir os salários dos trabalhadores.

Isso é o cúmulo da injustiça. Não podemos pagar por uma crise gerada pelos patrocinadores da desigualdade, por um governo insensível à fome e à miséria. Nesse sentido, convocamos a comunidade a lutar pelos direitos dos trabalhadores.

Ao lado de outras seções sindicais e sindicatos, a Aduferpe lança, nesta semana, uma campanha dirigida aos parlamentares, para que não votem projetos de redução de salários que estejam tramitando no Congresso Nacional.  Vamos pressionar os deputados e as deputadas para que propostas de corte no salário do trabalhador saia de vez da pauta do Congresso ⬇️

Envie seu email a cada deputado(a) federal, pelo link abaixo:

https://drive.google.com/file/d/1Fa_vRZKqk_uHS-VypBaTB29jmXXYx6b8/view

Agradecemos seu engajamento nessa campanha.

Saudações sindicais e luta!